logo ultima hora.jpg
Estádio Anacleto Campanella pode virar arena multiuso com investimento de 270 milhões do Azulão

O novo e multiuso Anacleto Campanella terá capacidade para 20 mil pessoas na arena, espaço de eventos com anfiteatro, restaurantes, bares, parque aquático e edifício garagem.

Quando a gestão de Manoel Sabino Neto assumiu o São Caetano, em maio de 2021, o empresário falava em pôr a casa em ordem, reestruturar o clube e pediu voto de confiança para que toda sua ambição fosse colocada em prática. Nos planos estavam inclusas a modernização do Estádio Anacleto Campanella e a construção de um centro de treinamento dentro do município orçadas ­ juntas em até R$ 270 milhões, com prazos de entrega até o fim de 2023.

O novo e multiuso Anacleto Campanella (deverá manter o nome, mas o estádio vai ter namingrishts comercializados) terá capacidade para 20 mil pessoas na arena (que passará a contar com gramado sintético), espaço de eventos com anfiteatro, restaurantes, bares, parque aquático (com piscina olímpica coberta) e edifício garagem ­ o projeto não prevê a manutenção do Ginásio Milton Feijão, mas a questão ainda pode ser discutida para permanência da estrutura. As obras têm previsão de custo de até R$ 200 mil.

O local do centro de treinamento ainda está em estudo e foi projetado com quatro campos, para atender tanto ao time profissional quanto às equipes de base. Ao lado, um prédio multiuso e quase todo envidraçado com nove andares mais heliponto. Os pavimentos terão espaços de evento, coworking, fisioterapia, quadra poliesportiva e suítes (individuais e duplas) para atletas e comissão técnica (para moradia e/ou concentração).É possível acrescentar até mais seis andares para a construção de alojamentos para base e outros tipos de estrutura. Estas instalações estão orçadas entre R$ 50 milhões e R$ 70 milhões.

"Acreditamos que em um ano o estádio esteja pronto, começando no início de 2023, e o CT a gente acredita que possa fazer em oito meses, mas a ideia é tentar começar antes, em agosto (de 2022)", explicou o COI da Fictor (empresa parceira do Azulão) e integrante da gestão do São Caetano Futebol, Philipe Rubini. "A Fictor vai administrar o projeto e angariar esses valores com fundos de investimento nacionais e internacionais."

"(A arena será) Espaço que não tem hoje no ABC Paulista. Poderá receber shows do porte de qualquer outro grande estádio. Nossa ideia é que seja local de entretenimento na região. É o primeiro passo para sermos o maior do ABC Paulista", projetou Manoel Sabino Neto.

O Estádio Anacleto Campanella é municipal e o São Caetano tem a concessão de uso da praça esportiva. Em contrapartida, o Azulão faz a manutenção do espaço, mas a última grande reforma foi em 1964. Para transformá-lo numa arena, entretanto, será necessário um decreto municipal.

O presidente Manoel Sabino Neto exaltou a importância do bom diálogo com a Prefeitura neste processo de reconstrução do Azulão. "Sem o poder público não teríamos nos aventurado a assumir”.

De acordo com Philipe Rubini, um dos integrantes da gestão azulina, a concessão deverá ser de 40 anos. "É tempo completamente suficiente para todos terem retorno. Obviamente a Prefeitura vai ter abertura para utilização quando necessário, até porque é um bem da cidade e a ideia é trazer melhorias para São Caetano. Portas abertas sempre à Prefeitura."

(Fonte: DGABC)

______________________________________________________________

Acesse diariamente o portal ÚLTIMA HORA ABC e fique bem informado de tudo que acontece no ABC Paulista, em São Paulo e no Brasil.

Portal: www.ultimahoraabc.com.br
Facebook: www.facebook.com/UltimaHoraABC

Instagram: www.instagram.com/ultimahoraabc

Youtube: www.youtube.com

Voltar à página principal
   

arena.jpg
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social