logo ultima hora.jpg
São Caetano apresenta experiências de combate à pandemia durante seminário virtual na Argentina

Os representantes das cidades participantes também falaram sobre as ações de promoção e prevenção à saúde durante a pandemia e a organização do esquema vacinal.

A Secretaria de Saúde de São Caetano do Sul participou na sexta-feira (5/11) de um encontro virtual sobre os sistemas de saúde frente à emergência sanitária mostrando experiências exitosas. O evento, organizado pela cidade de Rosário, na Argentina, e pela vice-presidência de Desenvolvimento Social e Saúde da Rede Mercocidades, foi realizado em dois dias, e contou com a apresentação de experiências de seis cidades: Rosário e Quilmes (Argentina), Montevidéu (Uruguai), Assunção (Paraguai), Paulínia e São Caetano do Sul (Brasil).

 

A Mercocidades é uma rede de governos locais da América do Sul, que conta com a participação de 361 cidades de dez países (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Chile, Bolívia, Equador, Peru e Colômbia), e que desenvolveu um debate técnico-político para troca de experiências que permitam identificar problemas e possibilidades de transformações de políticas públicas de saúde.

 

Durante o encontro, foram apresentadas experiências regionais na gestão de diversos eixos, como tecnologias, prevenção, vigilância, vacinação, entre outros. Cada cidade realizou sua apresentação informando como organizaram as redes de atendimento em diferentes níveis de complexidade tecnológica; como foi organizada a Vigilância Sanitária e a intersetorialidade nas ações de combate à pandemia.

 

O secretário de Saúde de São Caetano, Danilo Sigolo, fez um panorama inicial sobre a questão demográfica da cidade que possui o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Urbano) e um dos maiores índices de longevidade do Brasil. “Por ter uma das populações mais envelhecidas do País, com cerca de 24% de moradores com mais de 60 anos, nossa preocupação era agir rápido e nos organizarmos para conter a propagação do coronavírus. Logo que o primeiro caso surgiu criamos protocolos de notificação e manejo para casos suspeitos de infecção e um Comitê de Emergência (formado por médicos, enfermeiros, agentes de saúde e da vigilância sanitária), que resultou em centenas de ações para o enfrentamento à pandemia”, explicou.

 

Entre as ações, Danilo destacou a criação do Disque Coronavírus (testagem PCR feita na casa dos munícipes) e a implantação da Telemedicina (orientação médica por telefone para casos de baixa complexidade) como ações que evitaram a circulação de pessoas nos hospitais. “Fizemos testagem em massa em vários segmentos da população e realizamos importantes inquéritos epidemiológicos tanto em moradores de habitações coletivas quanto nas escolas.”

 

O secretário falou sobre as parcerias com a USCS, a criação de um boletim epidemiológico com informações detalhadas e as premiações que a cidade conquistou pelas ações de combate à pandemia. “As ações de combate à covid-19 colocaram São Caetano em destaque na Nature Medicine, publicação britânica do grupo Nature, uma das principais revistas científicas do mundo. O trabalho de contenção e rastreamento nas ILPIs (Instituições de Longa Permanência) foi publicado na revista científica da Sociedade Brasileira de Infectologia, e, o Disque Coronavírus, foi reconhecido pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como ação de excelência no combate à pandemia”, destacou Danilo.

 

Os representantes das cidades participantes também falaram sobre as ações de promoção e prevenção à saúde durante a pandemia e a organização do esquema vacinal.

...

Leia Jornal Última Hora ABC:

Portal: https://www.ultimahoraabc.com.br/
 

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=7i1LhpkaLnE&t=56s
   

Voltar ao Topo
   

danilo.jpeg